segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Comissão eleitoral emite nova nota

"Comissão Eleitoral

A comissão eleitoral vem, por meio desta, manifestar repúdio às ações machistas opressoras manifestadas por um estudante da UFRN, durante o debate entre chapas que se realizou na última segunda-feira (17/02/2014) no auditório da Biblioteca Central Zila Mamede, em que ele procurou impor sua à fala à mesa e às membras da Chapa 2 – O Novo Pede Passagem.

Independente ao contexto prévio que o levou a se pronunciar, seu comportamento opressor não pode ser diminuído a um atrito entre indivíduo e individuas de posicionamento político diverso. O estudante tentou silenciar duas mulheres que compunham a mesa, intimidando-as, e ao fazê-lo, oprimindo todo o conjunto de mulheres que ali se encontrava, retirando-se do auditório apenas após sua voz ser superada pelas palavras de ordem puxadas por esse conjunto.

A luta contra o machismo é diária; a violência contra as mulheres, que inclusive resulta em morte com frequência assustadora, é um fato concreto que vai além de qualquer disputa ideológica. Nos posicionamos duramente contra quaisquer tipos de opressão perpetuadas dentro e fora dos espaços da universidade.

Att,

A Comissão."