terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Comitiva americana escolhe a UFRN para treinar na Copa

Mais uma seleção que vai jogar em Natal na primeira fase da Copa do Mundo 2014 enviou seus representantes à cidade nesta terça-feira. Depois da Itália, foi a vez de uma comitiva dos Estados Unidos visitar a Arena das Dunas, que será palco do confronto contra a seleção de Gana no Mundial. O diretor geral de administração da Federação Americana de Futebol (US Soccer), Tom King, esteve acompanhado do assessor de imprensa Michael Kammarman. O grupo ainda vistoriou um hotel 5 estrelas da Via Costeira e o campo da UFRN, que servirá como centro de treinamento para o time da terra do "Tio Sam". 
Comitiva dos EUA visita a Arena das Dunas, em Natal (Foto: Klênyo Galvão)Comitiva dos EUA visita a Arena das Dunas, em Natal (Foto: Klênyo Galvão)

Em nome da Federação, Kammarman disse que Natal está fazendo um trabalho fantástico e que todos estão bastante empolgados por fazer o jogo de estreia no Mundial na capital potiguar. Sobre o centro de treinamento da UFRN, ele elogiou o progresso das obras e achou o local bem completo. Toda a estrutura que está sendo preparada vai ser boa não só para eles, como também será um legado para a universidade. Kammarman conta ainda que foram muito bem recebidos e que o hotel escolhido é bonito e muito bom para todo o time; tem tudo que eles precisam.
Michael Kammarman, assessor de imprensa da USA Soccer Confederation - Copa do Mundo, em Natal (Foto: Augusto Gomes)Michael Kammarman, assessor de imprensa da U.S. Soccer Federation (Foto: Augusto Gomes)
- Por tudo que vimos hoje (terça-feira), nós estamos muito empolgados em vir para Natal. As pessoas são ótimas, as praias são muito bonitas, mas o mais importante é que seremos recebidos com uma boa estrutura para nos prepararmos para o jogo contra Gana - disse o americano.
No que diz respeito à segurança dos jogadores, Kammarman disse que sempre há essa preocupação onde quer que a seleção americana vá jogar. No hotel, a comitiva avaliou os acessos, circulou pelas dependências do lugar e ainda entrou em alguns quartos para checar o nível de segurança. Mas, segundo o assessor de imprensa, foi uma sorte dos EUA poder jogar em Natal. Ele disse que "se sentirão seguros" e que todo o departamento de segurança da federação já está tomando as devidas providências. "A única preocupação dos jogadores será em jogar futebol", completou.

De acordo com o superintendente de infraestrutura da UFRN, Gustavo Coêlho, foi feito um investimento no valor de R$ 10 milhões no complexo esportivo da universidade. Ele afirmou que critérios como qualidade, nivelamento e dimensões do gramado, além do sistema de drenagem e irrigação tiveram avaliação positiva dos americanos.

Gustavo Coelho, superintendente de Infraestrutura da UFRN - Copa do Mundo, em Natal (Foto: Augusto Gomes)
Gustavo Coêlho diss que a comitiva dos EUA
aprovou o campo da UFRN (Foto: Augusto Gomes)
- Nós estamos finalizando os investimentos que foram feitos até agora de R$ 10 milhões contemplando a pista de corrida, o campo de futebol e a reestruturação do sistema elétrico de todo o parque poliesportivo. Agora nós vamos fazer as instalações provisórias dos vestiários e arquibancadas - explica o superintendente.

A UFRN disponibilizou ainda as piscinas, salas de musculação e um centro de mídia, que será instalado em um prédio da instituição próximo ao campo. Apresentada toda a estrutura do local, os americanos não fizeram nenhuma exigência. Eles chegaram a sugerir que a grade que cerca o campo fosse fechada para evitar a exposição dos atletas. Mas o superintendente informou que não há expectativa para o serviço e que isso não seria, então, um problema para que a equipe treinasse lá.

Após a visita à UFRN, a comitiva americana foi até a Arena das Dunas, onde passou cerca de meia hora apenas. De lá, saíram direto para o Aeroporto Internacional Augusto Severo. O secretário adjunto de Esporte, Lazer e da Copa do Mundo em Natal, Carlos Eduardo do Nascimento, acompanhou a visita e disse que os americanos gostaram das instalações do estádio.
Comitiva dos EUA visita campo da UFRN, em Natal (Foto: Victor Lyra)Comitiva dos EUA visita campo da UFRN, em Natal (Foto: Victor Lyra)

- Eles acharam muito boa a forma arquitetônica, e também ficaram impressionados com o nível do gramado, que foi, para eles, a principal observação na avaliação. Eles se interessaram apenas pelo gramado e pelo vestiário. Nesses pontos, não temos nada a dever a ninguém. O gramado está em perfeitas condições e, se tivéssemos um jogo agora, seria um palco perfeito e os vestiários já estão completamente equipados. Resta apenas darmos o pontapé inicial para começarmos a Copa do Mundo - explicou.

Os representantes americanos passaram anteriormente por Manaus e, após a visita a Natal, voltaram para Chicago, nos Estados Unidos. No grupo G, os EUA fazem o jogo de estreia no dia 16 de junho, em Natal. No dia 22, a delegação segue para Manaus para enfrentar Portugal, e encerra a fase de grupos em Recife, na partida contra a seleção da Alemanha, no dia 26 de junho.