Pular para o conteúdo principal

Cooperativa lança livros sobre sincretismo religioso e cultura popular

O professor Luiz Assunção, coordenador do Grupo de Estudos sobre Cultura Popular, do Departamento de Antropologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), lança nesta terça-feira, 20, às 18h na Cooperativa Cultural do Campos Universitário os livros "Um Barco: experiências etnográficas e diálogos com as culturas populares" e, "Da minha folha: múltiplos olhares sobre as religiões afro-brasileiras".
As obras são fruto de estudos referentes à cultura popular brasileira e enfocam o sincretismo e a diversidade desse campo.
O livro "Um Barco: experiências etnográficas e diálogos com as culturas populares", organizado pelo professor, traz temas de dissertações e teses, resultado de estudos realizados por 13 alunos dos Cursos de Pós-graduação em Ciências Sociais e Antropologia da UFRN.
Os estudantes realizaram suas pesquisas e reflexões conceituais em diferentes períodos no decorrer desta última década, tendo como base o Grupo de Estudos sobre Culturas Populares, e trazem à luz temas que se situam no campo de estudos das religiões (catolicismo popular, afro-brasileira), das formas de expressão artística (música, teatro, artesanato, dança) e da etnicidade (ciganos).
Já a obra "Da minha folha: múltiplos olhares sobre as religiões afro-brasileiras" é fruto de uma parceria entre o antropólogo e a Faculdade de Teologia Umbandista de São Paulo e reúne um conjunto de trabalhos dedicado às religiões afro-brasileiras, numa tentativa de aproximar diferentes formas de compreensão do fenômeno religioso, seja do ponto de vista acadêmico-científico, seja do ponto de vista teológico.
“Da minha folha” contribui para a compreensão e o debate acerca das variadas abordagens sobre as diferentes constituições religiosas existentes ao longo do país: a tradição da mina maranhense, a jurema nordestina, a umbanda do sudeste. Os planos se intercalam e o leitor poderá perceber a enorme importância social que têm essas religiosidades de origem africana, em diálogo com as tradições católicas e indígenas, no cotidiano de milhões de brasileiros.
Mais informações pelo telefone 3211-9385.

Postagens mais visitadas deste blog

Xerox na UFRN

Você está indignado com o serviço de Xerox na UFRN? Não agüenta mais ficar em fila? Já precisou várias vezes de material que não teve como copiar? Quer um serviço mais barato e de qualidade? Seus problemas ainda não acabaram, mas podem acabar! O DCE/UFRN, gestão “Da luta não me retiro”, na qualidade de representante legitimado dos estudantes da UFRN, diante da grande quantidade de reclamações de diversos estudantes e Centros Acadêmicos a respeito péssima qualidade do serviço de reprografia atualmente prestado nessa Universidade - as longas filas e esperas, muitas vezes sem conseguir êxito para retirar cópia ou fazer impressão, que têm feito inclusive vários estudantes perderem aula – convoca os estudantes para discutir e pensar soluções práticas para a problemática da Xerox. A última licitação para prestação de serviço de copiadora na UFRN ocorreu em 2002 (concorrência nº 02/2002), o que significa que a empresa que atualmente está na UFRN o faz sem licitação, além de não ser de modo nen…

Ata de Homologação de candidatura da chapa "TODA LUTA"

HOMOLOGAÇÃO DAS CHAPAS AO PROCESSO DE TIRAGEM DE DELEGADOS DA UFRN AO CONUEE

O DCE UFRN, no uso de suas atribuições, traz a público a homologação das Chapas de Delegados concorrentes para o Processo de tiragem de Delegados da UFRN ao CONUEE.
Assim, abre-se o prazo para recursos, nos termos do Edital.


HOMOLOGAÇÃO DE CHAPAS APTAS A CAMPANHA DE DELEGADOS AO CONUEE
CHAPA 1 - UNIVERSIDADE NAO SE VENDE, SE DEFENDE!
1 ACTON ALVES DE OLIVEIRA 2 ADJANILSON JADSON LEMOS VITORIANO 3 Aelton Silva Araújo 4 AGUIBERTO CÂNDIDO DA SILVA FILHO 5 AIRTON MATEUS DANTAS ANDRADE 6