Pular para o conteúdo principal

Ato político e cultural da Jornada de Lutas da Juventude Potiguar (27/03)



A fragmentação das lutas juvenis é um fenômeno moderno que está inserido no contexto da fragmentação das lutas sociais, num período marcado pela dificuldade de se construir consensos programáticos e unidade na ação política. A divisão no interior do movimento sindical e estudantil, bem como o surgimento de novos movimentos sociais com pautas setoriais e bastante específicas é um sintoma do fenômeno destacado. 

Se durante a década de 90 era possível construir unidade em torno do combate ao projeto neoliberal em curso no Brasil, o início do século XXI e a eleição de Luís Inácio Lula da Silva desencadearam diferentes formas de diálogo e de construção da luta política. As pautas corporativas ocuparam cada vez mais destaque, em detrimento de uma plataforma política capaz de superar os limites da democracia parlamentarista e do governo de ampla coalizão liderado pelo PT.

Entretanto, o ano de 2013 se iniciou com uma convocação inusitada que pode representar um marco político importante no que diz respeito à tentativa de se construir consensos programáticos e unidade na ação política. Trata-se justamente da Jornada de Lutas da Juventude Brasileira, convocada por juventudes partidárias e diversos movimentos juvenis, apresentando uma plataforma política com foco na reforma política, reforma agrária, democratização da comunicação, redução da jornada de trabalho sem redução de salários, na luta contra o extermínio da juventude, por mais investimento na educação pública e na defesa do socialismo. Trata-se de um momento ímpar de debate e mobilização que vem sendo construído em diversos estados brasileiros, inclusive no Rio Grande do Norte, onde a jornada também incorpora a bandeira do “Fora Rosalba!”.

O dia 27 de março será um dia de luta no RN, um dia em que diversas juventudes do campo e da cidade ocuparão as ruas de Natal para apresentar suas bandeiras de luta e dizer que, apesar dos avanços conquistados na última década, queremos muito mais!

Participe do ato político e cultural da Jornada de Lutas da Juventude Potiguar, a ser realizado dia 27 de março (quarta-feira), às 14h, em Natal/RN. Seguiremos em marcha do IFRN (Av. Salgado Filho) à Praça Cívica do campus da UFRN, onde encerraremos o ato com diversas apresentações artísticas e intervenções políticas.

Juventude que ousa lutar constrói o poder popular!


Retirado de: JPTRN.com.br

Postagens mais visitadas deste blog

Ata de Homologação de candidatura da chapa "TODA LUTA"

UNE lança nova carteira estudantil

Começou no último dia 27  a emissão da nova carteira nacional estudantil. A nova carteira expedida pela União Nacional dos Estudantes teve o layout nacionalmente padronizado e está de acordo com as exigências da Lei que esclarece as medidas relativas à Copa das Confederações FIFA 2013, à Copa do Mundo FIFA 2014 e aos eventos relacionados, que serão realizados no Brasil. A carteira vai garantir 50% de desconto no ingresso para os jogos da Copa das Confederações que acontece agora em junho bem como para o transporte público nos municípios onde os estudantes têm benefícios assegurados. “O funcionamento da carteirinha durante este ano será uma experiência importante para a Copa do Mundo e os demais eventos esportivos que virão. As mudanças também reforçam a credibilidade da carteira como um documento de identificação dos estudantes reconhecido em todo o território nacional”, destaca o presidente da UNE, Daniel Iliescu.
A nova carteira estudantil tem certificado digital e poderá ser emiti…

Xerox na UFRN

Você está indignado com o serviço de Xerox na UFRN? Não agüenta mais ficar em fila? Já precisou várias vezes de material que não teve como copiar? Quer um serviço mais barato e de qualidade? Seus problemas ainda não acabaram, mas podem acabar! O DCE/UFRN, gestão “Da luta não me retiro”, na qualidade de representante legitimado dos estudantes da UFRN, diante da grande quantidade de reclamações de diversos estudantes e Centros Acadêmicos a respeito péssima qualidade do serviço de reprografia atualmente prestado nessa Universidade - as longas filas e esperas, muitas vezes sem conseguir êxito para retirar cópia ou fazer impressão, que têm feito inclusive vários estudantes perderem aula – convoca os estudantes para discutir e pensar soluções práticas para a problemática da Xerox. A última licitação para prestação de serviço de copiadora na UFRN ocorreu em 2002 (concorrência nº 02/2002), o que significa que a empresa que atualmente está na UFRN o faz sem licitação, além de não ser de modo nen…