quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Protesto do sociedade civil é hostilizado pela Polícia Militar.

Ontem (29), às 17:30, ocorreu um Ato de protesto por parte de várias parcelas da sociedade (estudantes, trabalhadores etc) que se sentiram abusadas pelo aumento da passagem de ônibus, sem explicação, sem diálogo e sem aviso prévio. 

Os manifestantes se reuniram em frente a parada do circular, ao lado do Via direta Shopping, logo depois seguiram em direção à BR 101, onde fecharam algumas faixas impedindo a passagem  de quem trafegava e gritando palavras de ordem, como forma de protesto e mostrar a insatisfação diante o aumento abusivo na passagem de ônibus.
Polícia Militar do RN, agredindo os menifestantes.
Os manifestantes seguiram em passeata pela BR 101, em direção a igreja universal na Av. Salgado Filho. O protesto seguia pacífico e sendo acompanhado pelo Polícia Federal, porém a mesma não pôde mais seguir o protesto quando o mesmo passou pelo viaduto do 4º Centenário. Foi quando a Polícia Militar (Batalhão de choque) interviu covardemente ao protesto atirando balas de borracha e jogando bombas de efeito moral nos trabalhadores e estudantes que manifestavam, muitos deles saíram feridos e alguns foram levados a delegacia.

A cena foi realmente de filme de terror. É deprimente, a PM do Rio grande do Norte ter utilizado na população que fazia seu protesto sem utilizar de agressões ou depredações.