sábado, 5 de maio de 2012

Bolsas de mestrado e doutorado vão ser reajustadas em 10%, diz CNPq

As bolsas de estudos de pós-graduação serão reajustadas em 10% após quatro anos de aplicação do mesmo valor. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (4) pelo presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Glaucius Oliva, durante o 23º Congresso Nacional de Pós-Graduandos, em São Paulo. O reajuste entrará em vigor em 1º de junho e vale também para as bolsas oferecidas pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Com o reajuste, as bolsas de mestrado vão subir de R$ 1.200 para R$ 1.320, e as bolsas de doutorado vão mudar de R$ 1.800 para R$ 1.980.

Em abril, o ministro da Educação Aloizio Mercadantejá havia sinalizado o reajuste nos valores. Na época, Mercadante reconheceu que o valor pago pelas bolsas está defasado. “Temos que construir um reajuste das bolsas da Capes o mais rápido possível, para corrigir a defasagem”, disse o ministro.




O último reajuste foi feito em 2008. Atualmente, as bolsas de mestrado estão em R$ 1,2 mil; de doutorado, em R$ 1,8 mil; pós-doutorado, R$ 3,3 mil, e professor visitante nacional sênior, R$ 8,9 mil. No exterior, o valor varia conforme o país, a modalidade e a condição familiar.

Segundo a Capes, de 2008 até hoje o número de bolsas concedidas subiu 75%, passando de 40 mil para 71 mil bolsistas no país.

A Associação Nacional de Pós-Graduando considera que o reajuste ideal para repor a desvalorização destes três anos é de 40%.

FONTE G1