Pular para o conteúdo principal

Departamento de Políticas Públicas da UFRN realiza seminário com Márcio Piñon

O Departamento de Políticas Públicas (DPP), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), realiza na próxima quarta-feira, 2 de maio, às 15h, no auditório B do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA), seminário ministrado pelo geógrafo Márcio Piñon de Oliveira, sobre “Política Urbana e Cidadania da Metrópole: o caminho Niemeyer em Niterói como estratégia de revitalização”.

O evento visa contribuir para a reflexão e a crítica acerca das recentes políticas de gestão urbanas, em relação ao agravamento da crise urbana e a cidadania nas metrópoles. 

Durante o evento, serão apresentados os resultados da pesquisa sobre política urbana desenvolvida na cidade de Niterói, região metropolitana do Rio de Janeiro, que se expressa na intervenção urbana “Caminhos de Niemeyer” e no programa de revitalização “Viva Centro”, localizados em áreas ao longo da orla da Baía de Guanabara, no antigo núcleo central da cidade do Rio.

Para os interessados em participar do evento, a entrada é franca e no dia do evento haverá uma lista de assinaturas, a qual dará direito à emissão de certificados eletrônicos de participação, contabilizando 4h de atividades complementares.

A reflexão sobre políticas urbanas e cidadania nas grandes cidades é salutar no momento em que a gestão política das cidades tem priorizado o empreendedorismo urbano que contribui para a reconfiguração dos espaços urbanos, principalmente, visando atender interesses financeiros do setor imobiliário, mas também à indústria cultural e ao setor de turismo, que está em franca expansão.

Palestrante

Márcio Piñon de Oliveira é geógrafo, com doutorado pela Universidade de São Paulo (USP) e Institut d’Études Politiques de Paris, na França e pós-doutorado na l’École des Hautes Études em Sciences Sociales. Piñon foi presidente da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Geografia (ANPEGE). Atualmente, é professor da Universidade Federal Fluminense (UFF).

Postagens mais visitadas deste blog

Ata de Homologação de candidatura da chapa "TODA LUTA"

UNE lança nova carteira estudantil

Começou no último dia 27  a emissão da nova carteira nacional estudantil. A nova carteira expedida pela União Nacional dos Estudantes teve o layout nacionalmente padronizado e está de acordo com as exigências da Lei que esclarece as medidas relativas à Copa das Confederações FIFA 2013, à Copa do Mundo FIFA 2014 e aos eventos relacionados, que serão realizados no Brasil. A carteira vai garantir 50% de desconto no ingresso para os jogos da Copa das Confederações que acontece agora em junho bem como para o transporte público nos municípios onde os estudantes têm benefícios assegurados. “O funcionamento da carteirinha durante este ano será uma experiência importante para a Copa do Mundo e os demais eventos esportivos que virão. As mudanças também reforçam a credibilidade da carteira como um documento de identificação dos estudantes reconhecido em todo o território nacional”, destaca o presidente da UNE, Daniel Iliescu.
A nova carteira estudantil tem certificado digital e poderá ser emiti…

Xerox na UFRN

Você está indignado com o serviço de Xerox na UFRN? Não agüenta mais ficar em fila? Já precisou várias vezes de material que não teve como copiar? Quer um serviço mais barato e de qualidade? Seus problemas ainda não acabaram, mas podem acabar! O DCE/UFRN, gestão “Da luta não me retiro”, na qualidade de representante legitimado dos estudantes da UFRN, diante da grande quantidade de reclamações de diversos estudantes e Centros Acadêmicos a respeito péssima qualidade do serviço de reprografia atualmente prestado nessa Universidade - as longas filas e esperas, muitas vezes sem conseguir êxito para retirar cópia ou fazer impressão, que têm feito inclusive vários estudantes perderem aula – convoca os estudantes para discutir e pensar soluções práticas para a problemática da Xerox. A última licitação para prestação de serviço de copiadora na UFRN ocorreu em 2002 (concorrência nº 02/2002), o que significa que a empresa que atualmente está na UFRN o faz sem licitação, além de não ser de modo nen…