Pular para o conteúdo principal

Professor Edésio Fernandes debate o direito à cidade em seminário na UFRN

Na manhã desta quarta-feira, 28, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) recebeu o professor Edésio Fernandes, jurista e pesquisador internacionalmente reconhecido, para um seminário direcionado a todos sobre “O Direito à Cidade”. O seminário deu início a uma programação com palestras e lançamentos de livros, da qual o professor participará até a próxima sexta-feira, 30.

Edésio Fernandes é bacharel em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), especializado em Urbanismo, professor e pesquisador associado a diversas universidades e reconhecido internacionalmente por ser um dos principais pensadores sobre Desenvolvimento Urbano e Direito Urbanístico na atualidade.

Inicialmente cunhado pelo filósofo Henry Lefebvre, o termo “O Direito à Cidade” começou a ser popularizado pelos movimentos sociais e político-filosóficos a partir da década de 1960. Porém, segundo o professor Edésio Fernandes, muitos desses movimentos popularizaram o conceito sem despertar uma reflexão mais profunda.

“A proposta de Lefebvre é a formulação de um novo padrão de cidade: mais justa, igualitária e inclusiva. Precisamos, a partir dessa teoria, analisar a formação de políticas públicas para por em prática o conceito”, afirmou.

No Brasil, o marco que demonstra a concretização de um dos aspectos do conceito desenvolvido por Lefebvre é a formulação do “Estatuto da Cidade”, em 2001. O estatuto defende o direito coletivo de viver em uma “cidade sustentável”.

Mas o que isso significa? Que é preciso reformar as cidades brasileiras, sanando questões como favelização, formação de periferias e desigualdade social originadas no pico do processo de urbanização brasileiro ainda na década de 1970. De acordo com o professor Edésio Fernandes, a legalização desse direito foi fundamental, mas ainda é necessário estabelecer quais as obrigações do poder público e dos cidadãos para a formação dessas cidades.

Para a vice-reitora da UFRN, Maria de Fátima Freire de Melo Ximenez, que também esteve no evento, “a presença do professor é muito importante, pois nos traz uma rica discussão sobre um tema que está em constante debate com um dos melhores especialistas no assunto”.

O seminário desta manhã faz parte de uma série de eventos promovidos pelo Departamento de Políticas Públicas da UFRN, que durante este semestre trará especialistas para discutir o processo de urbanização.

Além do seminário, também foi realizado o lançamento da segunda edição do livro “Brasil Urbano”, da editora MauadX, que foi desenvolvido em uma parceria entre o professor Edésio Fernandes e o professor e pesquisador Márcio Valença, do Departamento de Políticas Públicas da UFRN. “Esse livro é um trabalho realizado há 10 anos e tem como principal diferencial ser uma reflexão sobre o processo de urbanização brasileiro antes da criação do Estatuto da Cidade”, comentou o professor Márcio.

Programação

Além da palestra e do lançamento do livro, Edésio Fernandes participa, nesta quinta-feira, 29, no auditório da OAB-RN, às 19h, da palestra “A nova ordem urbanística a partir da Constituição Federal e do Estatuto da Cidade”. Já às 19h30, ele fará parte do lançamento do livro Meio Ambiente e Moradia: direitos fundamentais e espaços especiais na cidade, de Marise Costa de Souza Duarte. Na sexta-feira, 30, participa do debate “Desafios atuais à efetivação do Direito à moradia no contexto dos megaeventos”, também na sede da OAB.

FONTE: Portal da UFRN

Postagens mais visitadas deste blog

Ata de Homologação de candidatura da chapa "TODA LUTA"

Edital da Eleição para o Diretório Central dos Estudantes José Silton Pinheiro

Universidade Federal do Rio Grande do Norte Diretório Central dos Estudantes da UFRN – José Silton Pinheiro Comissão Eleitoral
EDITAL
A Comissão Eleitoral, autônoma, eleita em CEB, convocado e realizado no Diretório Central dos Estudantes – (DCE UFRN), realizado no último dia quatro de abril de dois mil e dezessete, no uso de suas atribuições legais e prerrogativas outorgadas em CEB, RESOLVE:
Capítulo I: Da Comissão Eleitoral, sua composição e competências
Art. 1º - Informar da sua composição eleita em CEB supracitado:
I.Rafael Leite da Silva Bune (Pedagogia); II.Gustavo Rodrigues da Costa (Gestão de Políticas Públicas); III.Paula Lays de Lima e Silva (Direito);

HOMOLOGAÇÃO CHAPAS DE DELEGADOS AO 55 CONUNE

A Comissão Eleitoral para o processo de eleição dos e das delegados/das da UFRN ao 55º CONUNE, devidamente instituída pela Coordenação desta entidade, faz saber as chapas homologadas para o processo de campanha. Sendo elas:

CHAPA 1 - "ENFRENTE"
CHAPA 2 - "OCUPAR E RECONQUISTAR A UNE"
CHAPA 3 - "VAI LUTAR OU VAI TEMER?"

     Vale salientar que devido ao grande volume de inscritos para cada chapa, esta Comissão está compilando todos os nomes homologados de cada chapa, estes serão publicizados nesta sexta-feira(26/05/2017).
     Sem mais para o momento, autorizamos o início da campanha eleitoral conforme o Edital deste processo.


COMISSÃO ELEITORAL - DCE UFRN - 55º CONUNE