domingo, 26 de fevereiro de 2012

UFRN realiza abertura oficial do Centro de Referência em Direitos Humanos

No dia 27 de fevereiro, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte realizará a abertura do Centro de Referencia em Direitos Humanos (CRDH), a partir das 19h, no auditório da Biblioteca Central Zila Mamede (BCZM). Apesar de ser a abertura oficial, o Centro já está ativo e realiza atividades desde dezembro de 2011.

A abertura contará com a presença da reitora da UFRN, professora Ângela Paiva, do representante da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, Thiago Braga, e do Procurador Geral de Justiça do Estado do RN, Manoel Onofre de Souza Neto.

A programação conta ainda com a apresentação do monólogo “Vozes de um homem só”, de Danilo Vieira, e uma mesa-redonda sobre a Garantia de Direitos Humanos numa Perspectiva Interdisciplinar. A noite será encerrada com apresentações culturais.

O Centro

O CDRH-RN é um projeto de extensão resultado de uma parceria entre a UFRN e a Secretaria Especial de Direitos Humanos (SEDH), órgão federal responsável por projetos de defesa e articulação dos direitos humanos e que vem implantando centros em vários estados do País.

O centro tem como objetivo atender indivíduos em situação de quebra de direitos humanos, tanto em casos individuais quanto coletivos.

As primeiras ideias para formação do centro surgiram ainda em 2011, quando a SEDH abriu edital e a UFRN concorreu. Desde então, o centro tem atuado como um polo de assistência a esses casos no RN, com apoio psicossocial e jurídico.

De acordo com a vice-coordenadora do CDRH, Daniela Rodrigues, o centro tem uma equipe multidisciplinar com o objetivo de oferecer “atendimento psicossocial e jurídico”.

Atualmente, o CDRH funciona no Centro Rural Universitário de Treinamento e Ação Comunitária (CRUTAC), mas também realiza suas ações através do Gabinete Itinerante, que desloca as atividades até as regiões com problemas. Além de Natal, os principais polos de atuação são Mossoró, Caicó e Pau dos Ferros.

De acordo com Daniela Rodrigues, os principais casos atendidos pelo centro envolvem crimes de violência doméstica e institucional, além da grilagem de terras. Hoje tem suas principais ações com a Associação de Proteção e Assistência ao Apenado (APAC) e o Movimento Indígena Norte-Rio-Grandense. A intervenção do CRDH é feita através de consultas e reuniões populares, oficinas de formação e de capacitação de liderança e mediação de conflitos.

Programação:
19h00- Autoridades:
Sr.ª Prof.ª Ângela Maria Paiva Cruz Magnífica Reitora da UFRN;
Prof. Cipriano Maia de Vasconcelos, Pró-Reitor de Extensão Universitária da UFRN;
Sr. José Rafael Miranda, Coordenação Nacional dos Centros de Referência em Direitos Humanos – Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República.
Sra. Profª Ilana Lemos de Paiva, Coordenadora Institucional do CRDH;
Sr. Manoel Onofre de Souza Neto, Procurador Geral de Justiça do Estado do RN.
Sr. Marcos Dionísio Medeiros Caldas – Presidente do Instituto de Pesquisa e Estudo em Justiça e Cidadania – IPEJUC.

19h40- Monólogo Vozes de um homem só – Danilo Vieira.
20h00- Mesa Redonda –Garantia de Direitos Humanos numa perspectiva de interdisciplinar
Coordenador(a):Profª Dra. Ilana Lemos de Paiva
Profº Dr. Nelson Gomes Júnior – CRDH/UFPB
Profª Dra Silvana Mara – Coordenadora da Pós-graduação de Serviço Social.

Fontes: UFRN e CAAC