Pular para o conteúdo principal

Como está a mobilidade urbana de Natal?

Saúde, Educação, Segurança e Emprego. Temas de enorme importância social e os mais citados em discursos políticos e pesquisas que medem a insatisfação popular com os gestores. Essas áreas recebem a maioria dos recursos públicos e, em tese, são oferecidas gratuitamente para a população.

E o transporte público? E o trânsito? Ampliando um pouco mais, E a Mobilidade Urbana? Esses temas, aos poucos, estão entrando na pauta do natalense. Com o detalhe que, ao contrário dos outros atendimentos básicos, aqui o Poder Público nem disfarça, cobra diretamente pelo serviço sem nenhum tipo de subsídio. De público, o transporte só tem o nome e a demagogia com a qual é, na maioria das vezes, tratado.

Resolvi escrever sobre Mobilidade Urbana para tentar passar um pouco de minha pequena experiência na área, (já fui secretário de Mobilidade e Urbana em Natal) como também dividir alguns pontos de vista e dúvidas.

Quando os deslocamentos dentro da cidade não são eficientes (caros, demorados e desconfortáveis), a saúde, a educação, a segurança e a empregabilidade são afetados diretamente.

As demais dimensões da vida urbana são afetadas pela mobilidade pelo fato de que dependemos dela para nos incluirmos na dinâmica econômica, social e humana da cidade.

Natal é a segunda menor capital do Brasil (170km2) em área territorial. É cortada pelo Rio Potengi, pelo Parque das Dunas e contabiliza um aumento mensal de sua frota de 2.000 carros e 2.500 motos.

Diante desses dados, um transporte público defasado e uma cultura cada vez maior de prioridade aos veículos privados é uma receita infalível para um trânsito caótico, alto nível de poluição ambiental e baixa qualidade de vida da população.

E tem solução para esses problemas? Tem sim, mas sem milagres. E na maioria dos casos, com baixo custo financeiro para o Poder Público. Ninguém se iluda achando que só grandes obras vão resolver esses problemas. 

Não há dinheiro público que acompanhe o crescimento da frota de veículos. Os investimentos são importantes. Mas, o ordenamento do trânsito, transporte e das demais formas de deslocamentos pela cidade são muito mais.

Natal não vai mudar de tamanho. O Rio Potengi e o Parque das Dunas continuarão a existir (Se Deus Quiser!). 
Mas a população e o número de carros vão continuar a aumentar.

Precisamos ordenar todos esses elementos: o uso de carros particulares, o transporte público, as bicicletas, os veículos de carga, as calçadas, a questão da acessibilidade, entre outros, pois só assim poderemos ter um desenvolvimento melhor otimizando nossa MOBILIDADE URBANA.

Fonte: Blog Bicicletada Natal

Postagens mais visitadas deste blog

Ata de Homologação de candidatura da chapa "TODA LUTA"

Edital da Eleição para o Diretório Central dos Estudantes José Silton Pinheiro

Universidade Federal do Rio Grande do Norte Diretório Central dos Estudantes da UFRN – José Silton Pinheiro Comissão Eleitoral
EDITAL
A Comissão Eleitoral, autônoma, eleita em CEB, convocado e realizado no Diretório Central dos Estudantes – (DCE UFRN), realizado no último dia quatro de abril de dois mil e dezessete, no uso de suas atribuições legais e prerrogativas outorgadas em CEB, RESOLVE:
Capítulo I: Da Comissão Eleitoral, sua composição e competências
Art. 1º - Informar da sua composição eleita em CEB supracitado:
I.Rafael Leite da Silva Bune (Pedagogia); II.Gustavo Rodrigues da Costa (Gestão de Políticas Públicas); III.Paula Lays de Lima e Silva (Direito);

HOMOLOGAÇÃO CHAPAS DE DELEGADOS AO 55 CONUNE

A Comissão Eleitoral para o processo de eleição dos e das delegados/das da UFRN ao 55º CONUNE, devidamente instituída pela Coordenação desta entidade, faz saber as chapas homologadas para o processo de campanha. Sendo elas:

CHAPA 1 - "ENFRENTE"
CHAPA 2 - "OCUPAR E RECONQUISTAR A UNE"
CHAPA 3 - "VAI LUTAR OU VAI TEMER?"

     Vale salientar que devido ao grande volume de inscritos para cada chapa, esta Comissão está compilando todos os nomes homologados de cada chapa, estes serão publicizados nesta sexta-feira(26/05/2017).
     Sem mais para o momento, autorizamos o início da campanha eleitoral conforme o Edital deste processo.


COMISSÃO ELEITORAL - DCE UFRN - 55º CONUNE