Pular para o conteúdo principal

Manifesto dos Pontos de Cultura . Dilma 13 para cultura seguir mudando


Manifesto dos Pontos de Cultura .
Dilma 13 para cultura seguir mudando

Protagonismo, Autonomia, Empoderamento.
um novo conceito:  PontoS de Cultura.
.
O segundo turno é a hora da decisão: não podemos ser neutros, devemos optar pelo projeto político cultural que desejamos para o Brasil ou que mais se aproxima deste desejo.

.
Nós, do Movimento dos Pontos de Cultura do Brasil, nos dirigimos aos arteros, oficineiros, fazedores de cultura, todaS cidadãS e cidadãoS do BRASIL. Acreditamos que todo ser humano é um produtor de cultura. É o que os Pontos de Cultura e outras entidades culturais provam no seu dia-a-dia. 


Hoje, somos uma rede de mais de 5 mil pontos de cultura: indígenas, afro-descendentes, imigrantes, ciganos, fronteiriços, trabalhadores rurais e urbanos e toda a diversidade cultural que contempla o povo brasileiro. Os
Pontos de Cultura estão presentes em centenas de cidades brasileiras, não só levando a cultura, mas principalmente fortalecendo os meios de produção cultural e mostrando a cara, o cheiro e o jeito diferente de transformar o Brasil através da cultura. 

.
Trabalhamos com as mais diversas linguagens artísticas. Somos um exemplo DO QUE DÁ CERTO: ser e ter sustentabilidade através da cultura. Não se trata apenas de um projeto do governo ou da sociedade, mas de um projeto comum do encontro de uma proposta do Governo Lula/Dilma e dos anseios e de uma sociedade sedenta de cultura. Trabalhamos para a afirmação de novas relações entre Estado e sociedade, nas quais gestores públicos e movimentos sociais estabelecem canais de diálogo e aprendizado mútuo. Acreditamos na construção coletiva de um novo processo de cultura política com caráter emancipador, em que as hierarquias sociais, econômicas e políticas são quebradas por nós. Assim criaremos as bases para uma nova sociedade.
.
Antes de Lula/Dilma a cultura tinha como seu principal instrumento a lei Rouanet de isenção de impostos de empresas. Um outro foco, economicista, que tinha como slogan a cartilha Cultura é um Bom Negócio. A política cultural ficou praticamente a cargo das empresas e não da sociedade e/ou do Ministério da Cultura. O orçamento final de FHC/Serra foi de 0,14% e hoje com Lula/Dilma chegamos próximos a 1% e queremos mais e mais.
  Mais do que orçamento, a lógica de Lula/Dilma foi acreditar na capacidade da própria sociedade, principalmente de movimentos sociais e culturais que
estavam em plena atividade.
  Acreditamos que toda mudança estrutural passa pela mudança cultural, não basta ter crescimento econômico sem uma democratização radical da cultura. A cultura envolve mudança de mentalidades e atitudes no lidar com a
terra, com os valores, os saberes tradicionais, eruditos e populares. Isto requer mais que investimentos em obras e instalações, requer investimento em seres humanos,  meio ambiente, natureza contemplando suas diversidades e contradições.  Nesta nova lógica,  o Governo Lula/Dilma deu um passo GIGANTE. Acreditamos que os Pontos de Cultura são uma das bases nesta nova sociedade a ser construída. Temos a certeza que só O Governo Dilma dará continuidade, aprofundamento e transformará esta
proposta de Governo em Política Publica.

Pra cultura seguir mudando o Brasil. DILMA 13

Comissão Nacional de Pontos de Cultura
Rodrigo Bico
Representante Estadual do Pontos de Cultura do RN

Postagens mais visitadas deste blog

Ata de Homologação de candidatura da chapa "TODA LUTA"

UNE lança nova carteira estudantil

Começou no último dia 27  a emissão da nova carteira nacional estudantil. A nova carteira expedida pela União Nacional dos Estudantes teve o layout nacionalmente padronizado e está de acordo com as exigências da Lei que esclarece as medidas relativas à Copa das Confederações FIFA 2013, à Copa do Mundo FIFA 2014 e aos eventos relacionados, que serão realizados no Brasil. A carteira vai garantir 50% de desconto no ingresso para os jogos da Copa das Confederações que acontece agora em junho bem como para o transporte público nos municípios onde os estudantes têm benefícios assegurados. “O funcionamento da carteirinha durante este ano será uma experiência importante para a Copa do Mundo e os demais eventos esportivos que virão. As mudanças também reforçam a credibilidade da carteira como um documento de identificação dos estudantes reconhecido em todo o território nacional”, destaca o presidente da UNE, Daniel Iliescu.
A nova carteira estudantil tem certificado digital e poderá ser emiti…

Xerox na UFRN

Você está indignado com o serviço de Xerox na UFRN? Não agüenta mais ficar em fila? Já precisou várias vezes de material que não teve como copiar? Quer um serviço mais barato e de qualidade? Seus problemas ainda não acabaram, mas podem acabar! O DCE/UFRN, gestão “Da luta não me retiro”, na qualidade de representante legitimado dos estudantes da UFRN, diante da grande quantidade de reclamações de diversos estudantes e Centros Acadêmicos a respeito péssima qualidade do serviço de reprografia atualmente prestado nessa Universidade - as longas filas e esperas, muitas vezes sem conseguir êxito para retirar cópia ou fazer impressão, que têm feito inclusive vários estudantes perderem aula – convoca os estudantes para discutir e pensar soluções práticas para a problemática da Xerox. A última licitação para prestação de serviço de copiadora na UFRN ocorreu em 2002 (concorrência nº 02/2002), o que significa que a empresa que atualmente está na UFRN o faz sem licitação, além de não ser de modo nen…