Pular para o conteúdo principal

Secretaria Nacional de Juventude e Fetraf discutem política específica para a juventude rural

Na tarde da última quarta-feira (9/5), a direção executiva da FETRAF-BRASIL, em audiência com Severine Macedo, secretária Nacional de Juventude, apresentou a pauta de revindicações da entidade. O encontro compõe a rodada de negociações da VIII Jornada Nacional de Lutas da FETRAF-BRASIL.

Este ano, em que a entidade apresenta um documento focado em sete eixos centrais, a juventude também é uma das prioridades. A FETRAF reivindica a implementação de um Programa de Inclusão Sócio-produtiva, que seja desenvolvido em todas as regiões do país, onde a participação das organizações da agricultura familiar e a própria juventude sejam protagonistas.

De acordo com o documento entregue, o objetivo é que o “Programa articule a capacitação profissional, o acesso a terra (reforma agrária e crédito fundiário), ao crédito (Pronaf Jovem), à cultura, lazer e inclusão digital, o acesso ao acompanhamento técnico (ATER) e, às políticas de apoio à preservação da ecobiodiversidade”.

Durante a audiência Marcos Rochinski, secretário-geral da FETRAF-BRASIL ressaltou que tão importante quanto discutir uma política para a juventude, é discutir a participação dos diferentes Ministérios nesse processo.

“A articulação de um conjunto de políticas públicas específicas (diferenciadas) que estimulem a juventude a permanecer no meio rural é fundamental para garantir a continuidade da produção e a sucessão nas propriedades. E é a participação dos ministérios de áreas afins que irá proporcionar isso”, pontuou.
De acordo com o secretário, na próxima quinta-feira (24), haverá uma audiência com o ministério dos Esportes, do Desenvolvimento Agrário e, do Desenvolvimento Social para discutir o conjunto de políticas que deverão atender à juventude da agricultura familiar. Na ocasião, o Coletivo de Juventude da FETRAF-BRASIL, formado por representantes de todos os estados de base da federação, estarão presentes.

Fonte: Fernanda Silva - Fetraf
www.fetraf.org.br

Postagens mais visitadas deste blog

Ata de Homologação de candidatura da chapa "TODA LUTA"

UNE lança nova carteira estudantil

Começou no último dia 27  a emissão da nova carteira nacional estudantil. A nova carteira expedida pela União Nacional dos Estudantes teve o layout nacionalmente padronizado e está de acordo com as exigências da Lei que esclarece as medidas relativas à Copa das Confederações FIFA 2013, à Copa do Mundo FIFA 2014 e aos eventos relacionados, que serão realizados no Brasil. A carteira vai garantir 50% de desconto no ingresso para os jogos da Copa das Confederações que acontece agora em junho bem como para o transporte público nos municípios onde os estudantes têm benefícios assegurados. “O funcionamento da carteirinha durante este ano será uma experiência importante para a Copa do Mundo e os demais eventos esportivos que virão. As mudanças também reforçam a credibilidade da carteira como um documento de identificação dos estudantes reconhecido em todo o território nacional”, destaca o presidente da UNE, Daniel Iliescu.
A nova carteira estudantil tem certificado digital e poderá ser emiti…

Xerox na UFRN

Você está indignado com o serviço de Xerox na UFRN? Não agüenta mais ficar em fila? Já precisou várias vezes de material que não teve como copiar? Quer um serviço mais barato e de qualidade? Seus problemas ainda não acabaram, mas podem acabar! O DCE/UFRN, gestão “Da luta não me retiro”, na qualidade de representante legitimado dos estudantes da UFRN, diante da grande quantidade de reclamações de diversos estudantes e Centros Acadêmicos a respeito péssima qualidade do serviço de reprografia atualmente prestado nessa Universidade - as longas filas e esperas, muitas vezes sem conseguir êxito para retirar cópia ou fazer impressão, que têm feito inclusive vários estudantes perderem aula – convoca os estudantes para discutir e pensar soluções práticas para a problemática da Xerox. A última licitação para prestação de serviço de copiadora na UFRN ocorreu em 2002 (concorrência nº 02/2002), o que significa que a empresa que atualmente está na UFRN o faz sem licitação, além de não ser de modo nen…