Pular para o conteúdo principal

UFRN e MARCCO realizam debate sobre corrupção nesta quinta-feira


O Movimento Articulado de Combate à Corrupção do Rio Grande do Norte (MARCCO/RN), em parceria com o Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA), realiza nesta quinta-feira, 1º de março, o debate “Razões da ineficácia dos processos de corrupção”. 

O evento acontece a partir das 19h, no auditório do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Ciências Sociais Aplicadas (NEPSA) e contará com a participação de representantes da Controladoria Geral da União (CGU), Tribunal de Contas do Estado (TCE), Superintendência da Polícia Federal (SPF), Ministério Público do Estado (MPRN), Ministério Público Federal (MPF), entre outras entidades. 

De acordo com os organizadores, o debate faz parte da série “Colóquios sobre a Corrupção” e visa aprofundar a discussão sobre corrupção, conscientizando a sociedade sobre a gravidade e os malefícios dessa prática no país, buscando o resgate da moralidade e da honestidade como valores essenciais na construção e consolidação do Estado Democrático.

A UFRN é uma das instituições parceiras do MARCCO, que também promove diálogo contínuo com instituições governamentais, entidades, empresas e a sociedade civil, buscando a implementação de uma Política Pública de Prevenção à Corrupção. 

O debate desta quinta-feira no NEPSA será aberto ao público em geral. Também não será necessário realizar inscrição para poder participar. 

Sobre o MARCCO
O Movimento Articulado de Combate à Corrupção é uma realização conjunta entre entidades públicas e privadas e pessoas físicas, unidas mediante termo de compromisso de cooperação, firmado em dezembro de 2007, com a missão de propiciar o debate sobre a corrupção, seus efeitos e mecanismos de controle de forma contínua, democrática e propositiva na sociedade.

A iniciativa tem também como objetivo cooperar para a implementação de uma Política Pública de Prevenção à Corrupção no Rio Grande do Norte, com base no diálogo contínuo entre instituições governamentais, entidades civis, empresas e cidadãos.

Postagens mais visitadas deste blog

Ata de Homologação de candidatura da chapa "TODA LUTA"

UNE lança nova carteira estudantil

Começou no último dia 27  a emissão da nova carteira nacional estudantil. A nova carteira expedida pela União Nacional dos Estudantes teve o layout nacionalmente padronizado e está de acordo com as exigências da Lei que esclarece as medidas relativas à Copa das Confederações FIFA 2013, à Copa do Mundo FIFA 2014 e aos eventos relacionados, que serão realizados no Brasil. A carteira vai garantir 50% de desconto no ingresso para os jogos da Copa das Confederações que acontece agora em junho bem como para o transporte público nos municípios onde os estudantes têm benefícios assegurados. “O funcionamento da carteirinha durante este ano será uma experiência importante para a Copa do Mundo e os demais eventos esportivos que virão. As mudanças também reforçam a credibilidade da carteira como um documento de identificação dos estudantes reconhecido em todo o território nacional”, destaca o presidente da UNE, Daniel Iliescu.
A nova carteira estudantil tem certificado digital e poderá ser emiti…

Xerox na UFRN

Você está indignado com o serviço de Xerox na UFRN? Não agüenta mais ficar em fila? Já precisou várias vezes de material que não teve como copiar? Quer um serviço mais barato e de qualidade? Seus problemas ainda não acabaram, mas podem acabar! O DCE/UFRN, gestão “Da luta não me retiro”, na qualidade de representante legitimado dos estudantes da UFRN, diante da grande quantidade de reclamações de diversos estudantes e Centros Acadêmicos a respeito péssima qualidade do serviço de reprografia atualmente prestado nessa Universidade - as longas filas e esperas, muitas vezes sem conseguir êxito para retirar cópia ou fazer impressão, que têm feito inclusive vários estudantes perderem aula – convoca os estudantes para discutir e pensar soluções práticas para a problemática da Xerox. A última licitação para prestação de serviço de copiadora na UFRN ocorreu em 2002 (concorrência nº 02/2002), o que significa que a empresa que atualmente está na UFRN o faz sem licitação, além de não ser de modo nen…